Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

3 de ago de 2011

Projeto:Viver em Família - Família Formação e Preparação


FAMÍLIA: FORMAÇÃO E PREPARAÇÃO

        Para a configuração de uma família não é necessário apenas que se resida debaixo do mesmo teto, que se assine o mesmo sobrenome, se tenha propriedades em comum e parentesco consangüíneo. É preciso, acima de tudo, que haja respeito, carinho, consideração, amizade, afinidade de ideais e amor. 
     Nossas crianças vivem uma realidade um pouco diferente, em sua grande maioria. Incutir-lhes conceitos espíritas, fazendo com que essas crianças possam se tornar agentes transformadores da relação familiar.  É necessário que possamos evangelizar, para que estas crianças cresçam conhecendo os ensinamentos do Mestre Jesus. Se fazendo respeitar perante suas famílias. A mídia, infelizmente, desvaloriza muito a instituição família, começando pelo casamento, e ainda justifica isso como sendo o retratar a realidade. 
      Podemos ver isso claro nas novelas e minisséries televisivas, e também nos programas humorísticos e propagandas, que acabam tendo um impacto muito maior do que as primeiras citadas, pelo fato de serem engraçados. Esses exemplos acabam ficando gravados de maneira muito profunda na mente de nossos jovens, que acabam achando normal muitas atitudes de desvalorização dos companheiros e filhos. Para eficazmente anularmos essas idéias perniciosas, precisamos colocar bons exemplos que tenham um impacto maior, que atraiam mais as crianças, e que são muito pouco veiculados e valorizados de maneira geral pelas pessoas. O fato é que a família é um valor inestimável na vida de cada um de nós, graças à Providência Divina, está voltando a ocupar o verdadeiro lugar em nossas vidas. Nada mais justo, então, que nós encontremos, na Doutrina Espírita, as mais claras concepções sobre o papel e a importância da família em nossas vidas, principalmente nessa fase de transição do nosso planeta de mundo de provas e expiações para mundo de regeneração. Só que, para haver renovação no planeta, é preciso haver renovação na família, começando pelas suas bases.
       O lar, no entanto, não pode ser configurado como a edificação material, capaz de oferecer segurança e paz aos que aí se resguardam. o lar são a renúncia e a dedicação, o silêncio e o zelo que se permitem àqueles que se vinculam pela eleição afetiva ou através do impositivo consanguíneo, decorrente da união.
      A família, em razão disso, é o grupo de espíritos, normalmente necessitados, desajustados, em compromisso inadiável para a reparação, graças à contingência reencarnatória. Assim, famílias espirituais frequentemente se reúnem na Terra em domicílios físicos diferentes, para as realizações nobilitantes com que sempre se viram à braços os construtores do mundo.    
      Retornam no mesmo grupo consanguíneo os espíritos afins, a cuja oportunidade às vezes preferem renunciar, de modo a concederem aos desafetos e rebeldes do passado o ensejo da necessária evolução, da qual fruirão após as renúncias às demoradas uniões no Mundo Espiritual....
      A família é mais do que o resultante genético...São os ideais, os sonhos, os anelos, as lutas e árduas tarefas, os sofrimentos e as aspirações, as tradições morais elevadas que se cimentam nos liames da concessão divina, no mesmo grupo doméstico onde medram as nobres expressões da elevação espiritual na Terra.
      Quando a família periclita, por esta ou aquela razão, sem dúvida a sociedade está a um passo do malogro...

8 comentários:

  1. A Formação de uma Família, é muito mais que uma casa e pessoas que lá moram. Para a formação da Família é preciso muito mais...É a transformação de um concreto em um Lar de Bençãos, onde os alicerces estão firmados pelo amor, carinho, repeito, abnegação e etc... Pense nisso!!! Se assim a sua não está, não perca mais tempo. Sempre é tempo de recomeçar e o momento é AGORA.

    Um grande Abraço

    ResponderExcluir
  2. Particularmente, nossa família vivencia uma graça especial. Cada dia penso, agradeço ao Pai e aos seus enviados que nos oportunizaram esta "concessão divina". Somos gratos por isto e queremos ser merecedores desta bênção, pois também cremos no nosso "compromisso inadiável para a reparação, graças à contingência reencarnatória".

    ResponderExcluir
  3. Na família que temos uma grande oportunidade de crescimento moral e espiritual.Temos que aproveitar esta grande oportunidade não podemos deixar que ela passe.Deus na sua perfeição nos pressentiou a todos com uma,por mais dificil que ela seja é a melhor que merecemos.Dentro do lar aprendemos a paciência,respeito,renúncia,caridade,amor ,virtudes necessárias a nossa evolução.Aproveitem…Abraços…

    Comentário de Márcia Regina Lisboa (Colônias Espirituais)

    ResponderExcluir
  4. A Família é um grande patrimônio.
    Esforçar por entender aqueles com os quais convivemos é um ato de amor que devemos aplicar em nosso dia a dia.Hoje é um irmão com palavras ríspidas;
    Amanhã, a mãe desconcertada que lança frases duras ao filho inocente;
    Ontem, o tio infeliz que julga mal uma situação não compreendida.Ter indulgência com nossos Familiares é um dever que precisamos aplicar em nossas vidas. Quando as atitudes não condizem com nossa forma de entender o certo, busquemos alternativas para aplicar a correção que não sejam duras e nem tirem do passado situações e ocorrências que não precisam ser lembradas.Paciência é um dom que se desenvolve lentamente, mas que traz resultados imediatos.Indulgência e caridade no Lar é uma obrigação moral, principalmente para aqueles que se propõe a ser os mensageiros de Deus na Terra.Por isso, irmãos, perdoa e segue.Confia mais em Deus que lhe atende hoje e sempre em suas necessidades mais particulares; não queira fazer uma justiça injusta com palavras secas que mais ferem do que educam.Se teu irmão te ofende;se tua mãe lhe lança pensamentos frios;
    se seu tio, nos desvios de conduta, lhe envia ondas de desequilíbrio e severidade,
    vós, que és hoje um trabalhador que dedica suas horas em benefício dos necessitados;
    que sente a importância do bem em tua vida e que possui um ideal de elaborar grandes obras ou pequenas ações, és sem dúvida responsável em dobro por aqueles que lhe conhecem os detalhes e que na intimidade do lar também lhe aturam.És responsável pelo equilíbrio e pela paz em sua casa, pois, por mais que façam ao mundo, ficai sabendo que “Não há nenhum sucesso no mundo que justifique o fracasso no lar“.É no Lar, nesse ambiente de depuração, que devemos por em prática o que aprendemos de bem.´
    É com nossos entes que devemos concentrar nossas forças e nossa busca pela felicidade.
    É lá irmãos, que está nossa grande tarefa, nosso grande objetivo.Paciência, indulgência e amor, muito amor.
    Psicografia recebida em 18/02/2009 no Centro Espírita Batuíra
    Autor: Irmão Gustavo (Espírito)
    Médium: André Ariovaldo

    Comentário de Márcia Regina Lisboa (Colônias Espirituais)

    ResponderExcluir
  5. Evangelho no Lar: Origem

    “Numa noite de luar prateado, quando o céu se povoara de estrelas, Jesus se instalou, provisoriamente, na casa de Pedro. Como é comum em nossas casas, também lá o assunto estava improdutivo. Jesus não perdeu sequer um momento de sua vida, aproveitando tudo com muito amor e sabedoria para ensinar e exemplificar, portanto, mudou o rumo da conversação e falou com bondade:

    - Pedro, acendamos aqui, em torno de nós, e de quantos nos procuram a assistência fraterna, uma claridade nova.

    - Na mesa de tua casa é servido o pão de cada dia, que recebes do Senhor; por que não instilar em redor desta mesa a sementeira da felicidade e da paz na conversação e no pensamento edificante? O Pai, que nos dá o trigo através do solo, envia-nos a luz através do Céu.

    - Mestre, seja feito como desejas! E Jesus, convidando os familiares do apóstolo a palestra edificante e a meditação elevada, desenrolou os Escritos da Sabedoria, havendo, então na Terra, em casa de Pedro, o primeiro Culto Cristão no Lar. Este primeiro Evangelho no Lar feito pelo próprio Mestre, é o modelo para todos os que desejem estudar as Letras Santas, no seio da família.”

    Trecho retirado do livro Jesus no Lar / Francisco C. Xavier - Neio Lúcio


    Comentário de Márcia Regina Lisboa (Colônias Espirituais) em 26 julho 2011 às 12:49

    ResponderExcluir
  6. Jesus no Lar


    O culto do Evangelho no Lar aperfeiçoa o homem.
    O homem aperfeiçoado ilumina a família.

    A família iluminada melhora a comunidade.
    A comunidade melhorada eleva a Nação.

    O homem evangelizado adquire compreensão e amor.
    A família iluminada conquista entendimento e harmonia.

    A comunidade melhorada produz trabalho e fraternidade.
    A nação elevada orienta-se no direito, na justiça e no bem.

    Espiritismo sem evangelho é fenômeno ou raciocínio.
    O fenômeno deslumbra, o raciocínio indaga.

    Descobrir novos campos de luta e pensar em torno deles não expressa tudo.
    Imprescindível conhecer o próprio destino.

    Não basta, pois, a certeza de que a vida continua infinita, além da morte.
    É necessário clarear o caminho.

    Do Evangelho no Lar depende o aprimoramento do homem.
    Do homem edificado em Jesus Cristo depende a melhoria e a redenção do mundo.

    Psicografia de Francisco Cândido Xavier
    Espírito Emmanuel


    Comentário de Márcia Regina Lisboa (Colônias Espirituais) em 26 julho 2011 às 12:46

    ResponderExcluir
  7. Como Nossa Família é Importante
    A nossa família é o bem mais precioso que temos.
    Principalmente os nossos pais, não importa se são nossos pais de verdade,
    ou se são pais que adotaram você. O que importa é que eles te amem,
    te passem tudo que aprenderam nessa vida.
    Nossos pais merecem todo respeito e carinho do mundo.
    Pois são eles quem nos dão tudo aquilo que temos e estão sempre se esforçando para nos dar aquilo que queremos.
    Aprenda a dar valor a essas pessoas tão especias,que tem um amor enorme por você.
    Retribua tudo que eles te dão,com carinho,
    amor,felicidade, pois esses são os presentes que os nossos pais mais querem.
    Autor Desconhecido


    Comentário de Rita de Cássia em 23 julho 2011 às 3:09 (Colônias Espirituais)

    ResponderExcluir
  8. 1. Tenha fé e viva a Palavra de Deus, amando o próximo como a si mesmo...

    2. Ame-se, confie em si mesmo, em sua família e ajude a criar um ambiente de amor e paz ao seu redor...

    3. Reserve momentos para brincar e se divertir com sua família, pois a criança aprende brincando, e a diversão aproxima as pessoas...

    4. Eduque seu filho através da conversa, do carinho e do apoio e tome cuidado: quem bate para ensinar está ensinando a bater...

    5. Participe com sua família da vida da comunidade, evitando as más companhias e diversões que incentivem a violência...

    6. Procure resolver os problemas com calma e aprenda com as situações difíceis, buscando em tudo o seu lado positivo...

    7. Partilhe seus sentimentos com sinceridade, dizendo o que você pensa e ouvindo o que os outros têm para dizer...

    8. Respeite as pessoas que pensam diferente de você, pois as
    diferenças são uma verdadeira riqueza para cada um e para o grupo...

    9. Dê bons exemplos, pois a melhor palavra é o nosso jeito de ser...

    10. Peça desculpas quando ofender alguém e perdoe de coração quando se sentir ofendido, pois o perdão é o maior gesto de amor que podemos demonstrar...

    Depois de tudo isso... Sinta a Felicidade e a Satisfação de uma Família Feliz!
    ( D.A)


    Comentário de Rita de Cássia em 22 julho 2011 às 18:47 (Colônias Espirituais)

    ResponderExcluir

Seguidores

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia