Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

19 de ago de 2011

Projeto:Viver em Família - Fundamentos Afetivos


FUNDAMENTOS AFETIVOS

                  O assunto aqui tratado pode parecer complexo se for examinado de forma analítica. É importante recorrer ao significado das palavras.

- Fundamento: Base, alicerce, sustentáculo
- Afetividade: Qualidade de afeto, simpatia 

               É a família quem primeiro sustenta e alicerça o indivíduo na sociedade, nas suas aspirações e projetos de vida. E é a afetividade que o impulsiona na realização dos mesmos. Pode-se dizer que é a afetividade o combustível de que todo ser humano se utiliza na busca do progresso e evolução na caminhada rumo a Deus.
              Mas serão todas as famílias constituídas por indivíduos cujo papel principal é o de trocadores de afetividade?
              Atrasado como é o nosso planeta, as famílias que nele se formam, na quase totalidade são compostas por Espíritos adversos entre si, ou seja, devedores e credores. Aparecem com a finalidade principal de acertarem perante a lei do Amor velhas contas de passadas existências.
Exprimindo a realidade de seus integrantes, podemos classificar em três designações gerais, em relação ao relacionamento familiar:
Afetivamente amorfas
Afetivamente passionais
Afetivamente compensatórias

              As famílias chamadas de "afetivamente amorfas" não chegam a uma relação mais compensatória porque cada um antepõe obstáculos emotivos que vão desde a indiferença até o abandono. Quando antepõe obstáculos (comodismo, insensatez e subordinação às paixões) tornam a convivência familiar difícil ou desinteressante, quando poderiam, se quisessem, obter uniões razoavelmente gratificantes.
              As famílias "afetivamente passionais" reúnem espíritos em evidente processo de desequilíbrio emotivo. Estão marcadas por conflitos interpessoais que foram chamados a superar pelos laços familiares. Contudo, continuam a guerrear-se, embora possam dar passos no caminho positivo.
            Finalmente, as famílias "afetivamente compensatórias" se caracterizam não por uma tediosa e inoperante ligação, mas por um sentido de unidade produtiva, manifestada em atitudes e conceitos positivos no campo da auto-realização e participação comunitária.
        Em tese, o agrupamento doméstico se forma a partir de princípios de afinidade. Contudo é preciso convir que afinidade não é simpatia. Afinidade é atração.
           No campo do relacionamento moral, a afinidade psíquica representa atração, devido a compromissos emocionais que decorrem tanto da simpatia como da antipatia.



Seguidores

Google+ Followers

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia