Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

31 de dez de 2011

Feliz 2012!!!

13 de dez de 2011

Projeto Viver em Família: Reencarnação encontro das almas no lar


REENCARNAÇÃO ENCONTRO DAS ALMAS NO LAR

    O filho hoje acolhido com tanto carinho e amor é o(a) companheiro(a) de outrora retornando para dar continuidade ao trabalho evolutivo. Estamos na Terra em processo de aprendizado e corrigenda, e para tal, precisamos encontrar novamente os comparsas de nossos erros ou os afetos que nos fortalecem ou, ainda, os que se nos fizeram inimigos.

REENCARNAÇÃO:
ENCONTRO DAS ALMAS NO LAR

 É no LAR que se iniciam nossas lutas.
 Os filhos são espíritos a nós ligados pelos laços da afeição ou pelos laços da reparação.
 Acolher bem esses espíritos é auxiliar os que amamos a vencer e os que atada não amamos a cultivarem um laço de carinho para conosco (auxiliando-os também a superarem seus problemas espirituais.
 Isto, sem esquecermos que encontramos as crianças no lar no mesmo ponto em que as deixamos no passado: vícios, preguiça, orgulho, delinqüência, ilusão, como também na afeição, trabalho, amor, etc.
 Quando os pais passam a entender os mecanismos reencarnatórios, começam a lidar melhor com as variadas situações que vivem no dia-a-dia, analisando melhor as diferenças imensas entre seus filhos, as tendências tão diversas, os sentimentos de apego, posse, aversão, as preferências, o desabrochar das emoções, as reações automáticas, os hábitos cristalizados, a profunda personalidade individual de cada um.
 Isto, além das experiências que cada um viverá ao longo da vida, no campo do sofrimento ou das oportunidades de facilidades materiais, evidenciando distorções que somente a reencarnação explica.

REENCONTRO DE ESPÍRITOS SIMPÁTICOS OU ANTIPÁTICOS

       "Nos elos da consangüinidade, reavemos o convívio de todos aqueles que se nos associaram ao destino, pelos vínculos do bem ou do mal, através das portas benditas da reencarnação".
      Quando nos vinculamos às criaturas através das realizações no bem, através das experiências afetivas nobres, do companheirismo nas tarefas elevadas, nos núcleos de trabalho renovador, no carinho, na convivência fraterna e saudável, no respeito, na sexualidade equilibrada, nas experiências bem aproveitadas sob o aspecto espiritual, cultivamos simpatias, construímos afetos que serão amigos e companheiros, nos encontrando no lar, se transformarão no pai desvelado, na mãe carinhosa, no esposo dedicado, na esposa abnegada, no filho amoroso, no parente simpático, no irmão protetor.
      “A união e a afeição que existem entre pessoas  parentes são um índice da simpatia anterior que as aproximou”.

FINALIDADES DO REENCONTRO NO LAR

        O Reencontro das almas no cadinho doméstico será uma bênção que Deus nos faculta, através dos mecanismos de sua Lei.
     Muitas almas com as quais trazemos problemas do passado hoje surgem como o filho amado que nos inspira carinho, ternura e atenção, ensinando-nos a amá-los e abraçá-lo, superando divergências do passado.
    Criaturas com problemas afetivos reencontram-se como cônjuges, como pais e filhos, como irmãos, sendo convidados à transformação da sombra em luz, libertando-se das algemas do ódio e da vingança, aprendendo no perdão a lição de amor.
      Aos pais que hoje choram pelo filho rebelde, pelo rebento ingrato, cortando e ferindo seus corações, o Espiritismo conforta ao trazer-nos a realidade de que toda semente nobre lançada na terra dos corações jamais será perdida. Todas as boas palavras ditas, todos os exemplos nobres, todos os bons momentos vividos, todas as lições transmitidas, estarão aguardando o momento certo de germinarem e auxiliarem este irmão, ora entorpecido, a prosseguir em sua jornada.
     Só não tenhamos o remorso pela falta de dedicação à tarefa educativa, nem a mágoa ou o rancor por aquele que Deus nos confiou e não nos soube compreender o devotamento.
     Façamos o melhor e deixemos a Deus o que estiver acima de nossos limites. Ele saberá, através da reencarnação, reconduzir ao rebanho a ovelha perdida.
    Finalizaremos com o belo convite de Emmanuel: “Recebamos, na criança de hoje, em pleno mundo físico, o companheiro do pretérito que nos bate à porta do coração, suplicando reajuste e socorro. (...). Estendamos a luz da educação e do amor, diminuindo as sombras da penúria e da ignorância”.

 Livro: Um desafio chamado Família


Seguidores

Google+ Followers

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia