Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

31 de jan de 2013

Instrução


INSTRUÇÃO

Já se disse que duas asas conduzirão o espírito humano à presença de Deus.
Uma chama-se Amor, a outra, Sabedoria.
Pelo amor, que, acima de tudo, é serviço aos semelhantes, a criatura se ilumina e aformoseia por dentro, emitindo, em favor dos outros, o reflexo de suas próprias virtudes; e, pela sabedoria, que começa na aquisição do conhecimento, recolhe a influência dos vanguardeiros do progresso, que lhe comunicam os reflexos da própria grandeza, impelindo-a para o Alto.
Através do amor valorizamo-nos para a vida.
Através da sabedoria somos pela vida valorizados.
Daí o imperativo de marcharem juntas a inteligência e a bondade.
Bondade que ignora é assim como o poço amigo em plena sombra,  a dessedentar o viajor sem ensinar-lhe o caminho.
Inteligência que não ama pode ser comparada a valioso poste de aviso, que traça ao peregrino informes de rumo certo, deixando-o sucumbir ao tormento da sede.
Todos temos necessidade de instrução e de amor.
Estudar e servir são rotas inevitáveis na obra de elevação.
Toda a cultura intelectual é formada em cadeia de gradativa expansão.
As civilizações sucedem-se, ininterruptas, ao influxo da herança mental.
A arte, na palavra ou na música, no buril ou no pincel, evolui e se aprimora, por intermédio da repercussão a exprimir-se no trabalho dos cultivadores do belo, que se inspiram uns nos outros.
A escola é um centro de indução espiritual, onde os mestres de hoje
continuam a tarefa dos instrutores de ontem.
O livro representa vigoroso ímã de força atrativa, plasmando as emoções e concepções de que nascem os grandes movimentos da Humanidade, em todos os setores da religião e da ciência, da opinião e da técnica, do pensamento e do trabalho. Por esse dínamo de energia criadora, encontramos os mais adiantados serviços de telementação, porquanto, a imensas distâncias, no espaço e no tempo, incorporamos as idéias dos espíritos superiores que passaram por nós, há Séculos.
Sócrates reflete-se nas páginas dos discípulos que lhe comungavam a intimidade, e, ainda hoje, consumimos os elevados pensamentos de que foi ele o portador.
Retrata-se Jesus nos livros dos apóstolos que lhe dilataram a obra, e
temos no Evangelho um espelho cristalino em que o Mestre se reproduz, por divina reflexão, orientando a conduta humana para a construção do Reino de Deus entre as criaturas.
Conhecer é patrocinar a libertação de nós mesmos, colocando-nos a
caminho de novos horizontes na vida.
Corre-nos, pois, o dever de estudar sempre, escolhendo o melhor para que as nossas idéias e exemplos reflitam as idéias e os exemplos dos paladinos da luz.

Pensamento e Vida – Chico Xavier e Emmanuel

30 de jan de 2013

Problemas dos Outros


PROBLEMAS DOS OUTROS

No que se refere à inquietação, às vezes os problemas que nos atingem não são propriamente nossos, mas dos outros.
* * *
Estaremos em paz de consciência, todavia, entes amados terão assumido compromissos graves, suscitando-nos desajuste e insegurança.
Possuímos, por enquanto, o nome inatacado; no entanto, criaturas profundamente ligadas a nós surgem sofrendo o assédio da injúria, com ou sem razão, impelindo-nos ao desejo de preservá-las contra as pedras que lhes dilapidam a imagem.
Com o amparo de certas escoras morais, conseguimos sustentar-nos relativamente livres, quanto aos arrastamentos do coração; entretanto, afligimo-nos, como é justo, por almas abençoadas de nosso convívio que aparecem na arena das lutas afetivas, suportando conflitos difíceis de carregar.
Sob a proteção de facilidades transitórias que nos resguardam a segurança, acalentamos a própria resistência, diante das tentações que nos enxameiam a estrada, mas entes queridos haverão tombado em delinquência, impulsionando-nos ao anseio de ajudá-los na recuperação da própria paz.
Como, porém, auxiliá-los de nossa parte?
Saberíamos, porventura, orientar-lhes o tratamento restaurador se ignoramos toda a extensão e conteúdo da influência que os precipitou na sombra mental em que se debatem? E como poderíamos julgá-los se lhes desconhecemos o drama comovedor, desde o princípio?
Seria desumano golpear a ferida, sob o pretexto de socorrer o doente, e não seria lógico traçar diretrizes em territórios acerca dos quais não possuímos ainda qualquer experiência.
Ante os problemas daqueles que nos rodeiam, contudo, podemos ouvi-los com paciência e caridade, doando-lhes esperança e consolo. E, acima de tudo, cabe-nos recordar que a luz da Divina Providência está em nós, tanto quanto neles, e que, por isso mesmo, o máximo auxílio que nos será lícito prestar-lhes será sempre respeitar-lhes as escolhas e decisões, orando por eles e rogando à mesma Providência Divina os guie e esclareça, ampare e ilumine, reconhecendo que, no íntimo das próprias vidas, são todos eles tão
livres e responsáveis, diante de Deus, quanto nós.

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

29 de jan de 2013

Vida Feliz: Lição 30



Qualquer vício escraviza e mata.
Não te vincules aos chamados "aperitivos sociais", que dão margem a lamentáveis processos de alcoolismo, nem adotes a posição de fumante, por parecer-te uma postura distinta e de elegância, mas que conduz às algemas do tabagismo assassino.
Jogo, sexo, gula, anedotário, servil, para citar somente alguns, iniciam-se em pequenas doses, para culminar em cárcere moral quando não em penitenciária comum.
Uma vida sadia torna-se ditosa e prolongada, a benefício daquele que assim a preserva.

Vida Feliz / Divaldo Franco e Joanna de Ângelis

28 de jan de 2013

Prece: Luz da Redenção


PRECE LUZ DA REDENÇÃO

Senhor Deus, Pai Amado e Benevolente, que neste dia que alvorece, nossos corações se encham de amor e alegria, na certeza que sempre estará conosco nos amparando e auxiliando.
Que possamos extinguir as sombras e mazelas existentes em nós,
através do trabalho em Vossa Seara e da luz de Vosso amor.
Deus nosso Pai, que nesse novo amanhecer nossa Fé seja fortificada.
Que as tentações da carne não mais nos ofereçam perigo, pois estamos buscando a elevação espiritual e a melhoria do nosso ser.
Que hoje nossos passos pelo caminho do progresso moral sejam firmes e seguros, que possamos trilhar essa jornada com humildade e resignação.
Que através do exercício constante do amor e do perdão, possamos agir com benevolência e servir com dedicação sempre.
Que as ofensas e injurias a nós direcionadas, se percam no caminho, pois nossos atos através da conduta verdadeira serão os nossos defensores e servirão de escudo.
Que a película da prata do orgulho seja retirada de nossos olhos e possamos enxergar ao próximo pela janela da caridade e não pelo espelho da vaidade.
A Dádiva do Amor Divino 
Autores: Espíritos Diversos
Psicografia: Alessandro Micussi Simões

25 de jan de 2013

Evitando a Tentação


EVITANDO A TENTAÇÃO

“Vigiai e orai para não entrardes em tentação”. JESUS
(MARCOS, 14:38.)


Vigiar não quer dizer apenas guardar. Significa também precaver-se e cuidar. E quem diz cuidar, afirma igualmente trabalhar e defender-se.
Orar, a seu turno, não exprime somente adorar e aquietar-se, mas, acima de tudo, comungar com o Poder Divino, que é crescimento incessante para a luz, e com o Divino Amor, que é serviço infatigável no bem.
Tudo o que repousa em excesso é relegado pela Natureza à inutilidade.
O tesouro escondido transforma-se em cadeia de usura.
A água estagnada cria larvas de insetos patogênicos.
Não te admitas na atitude de vigilância e oração, fugindo à luta com que a Terra te desafia.
Inteligência parada e mãos paradas impõem paralisia ao coração que, da inércia, cai na cegueira.
Vibra com a vida que escoa, sublime, ao redor de ti, e trabalha infatigavelmente, dilatando as fronteiras do bem, aprendendo e ajudando aos outros em teu próprio favor.
Essa é a mais alta fórmula de vigiar e orar para não cairmos em tentação.

Palavras de Vida Eterna  – Chico Xavier e Emmanuel

24 de jan de 2013

Cooperação


COOPERAÇÃO

Para que alguém dirija com êxito e eficiência uma empresa importante, não lhe basta a nomeação para o encargo.
Exige-se-lhe um conjunto de qualidades superiores para que a obra se consolide e prospere. 
Não apenas autoridade, mas direção com discernimento.
Não só teoria e cultura, mas virtude e juízo claro de proporções.
Dilatados recursos nas mãos, a serviço de uma cabeça sem rumo, constituem tesouros nos braços da insensatez, assim como a riqueza sem orientação é navio à matroca.
Quem governa emitirá forças de justiça e bondade, trabalho e disciplina, para atingir os objetivos da tarefa em que foi situado.
Quando o poder é intemperante, sofre o povo a intranquilidade e a mazorca, e, quando a inteligência não possui o timão do caráter sadio, espalha, em torno, a miséria e a crueldade.
Daí, conhecermos tantos tiranos nimbados de grandeza mental e tantos gênios de requintada sensibilidade, mas atolados no vício.
No mundo íntimo, a vontade é o capitão que não pode relaxar no mister que lhe é devido.
E assim como o administrador de um serviço reclama a ajuda de assessores corretos, a vontade não prescindirá da ponderação e da lógica, conselheiros respeitáveis na chefia das decisões.
No entanto, urge que o senso de cooperação seja chamado a sustentar-lhe os impulsos.
Nas linhas da atividade terrestre, quem orienta com segurança não ignora a hierarquia natural que vige na coexistência de todos os valores indispensáveis à vida.
Na confecção do agasalho comum, o fio contará com o apoio da máquina, a máquina esperará pela competência do operário, o operário edificar-se-á no técnico que lhe supervisiona o trabalho, o técnico arrimar-se-á na diretoria da fábrica e a diretoria da fábrica equilibrar-se-á no movimento da indústria, dele extraindo o combustível econômico necessário à alimentação do núcleo de serviço que lhe obedece aos ditames.
Observamos, assim, que no Estado Individual a vontade, para satisfazer à governança que lhe compete, sem colapsos de equilíbrio, precisa socorrer-se da colaboração a fim de que se lhe clareie a atividade.
A cooperação espontânea é o supremo ingrediente da ordem.
Da Glória Divina às balizas subatômicas, o Universo pode ser definido como sendo uma cadeia de vidas que se entrosam na Grande Vida.
Cooperação significa obediência construtiva aos impositivos da frente e socorro implícito às privações da retaguarda.
Quem ajuda é ajudado, encontrando, em silêncio, a mais segura fórmula de ajuste aos processos da evolução.

Pensamento e Vida – Chico Xavier e Emmanuel

23 de jan de 2013

Ação e Oração


AÇÃO E ORAÇÃO

Sempre muito importante a oração por luz interior, no campo íntimo, clareando passos e decisões sem nos despreocuparmos, porém, da ação que lhe complementa o valor, nos domínios da realidade objetiva.
* * *
Pedirás a proteção de Deus para o doente; no entanto, não esquecerás de estender-lhe os recursos com que Deus já enriqueceu a assistência humana, a fim de socorrê-lo.
* * *
Solicitarás o amparo da providência divina, a benefício do ente amado que se tresmalhou em desequilíbrio; todavia, não olvidarás apoiá-lo com segurança e bondade, na recuperação necessária, segundo os preceitos das ciências espirituais que a Divina Providência já te colocou ao dispor nos conhecimentos da Terra.
* * *
Rogarás ao Céu te liberte dos que te perseguem ou dos que ainda não se harmonizaram contigo; entretanto; não lhe sonegarás tolerância e perdão, diante de quaisquer ofensas, conforme os ensinamentos de paz e restauração que o Céu já te deu, por intermédio de múltiplos instrutores da espiritualidade maior, em serviço no mundo.
* * *
Suplicarás a intercessão dos Mensageiros da Vida Superior para que te desvencilhes de certas dificuldades materiais, diligenciando, porém, desenvolver todas as possibilidades ao teu alcance, pela obtenção de trabalho digno, que te assegure a superação dos obstáculos, na pauta das habilitações que os Mensageiros da Vida Superior já te ajudaram a adquirir.
* * *
Ação é serviço.
Oração é força.
Pela oração a criatura se dirige, mais intensamente, ao Criador, procurando-Lhe apoio e benção, e, através da ação, o Criador se faz mais presente na criatura, agindo com ela e em favor dela.

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

22 de jan de 2013

Vida Feliz - Lição 29




Exercita a gentileza e a gratidão para com todas as pessoas, especificamente os idosos.
A velhice é fase inexorável que alcançarás, caso a morte não te arrebate o corpo antes.
Nesse período difícil, as forças diminuem, os órgãos se debilitam, as lembranças se apagam e a dependência física, emocional e afetiva se faz imperiosa.
Pode parecer cansativa a presença do idoso; 
ele, porém, é rico da experiência que te pode brindar, mas carente dos recursos que lhe podes oferecer.

Vida Feliz / Divaldo Franco e Joanna de Ângelis

21 de jan de 2013

Prece Trabalhador Celeste

PRECE TRABALHADOR CELESTE

Senhor Deus Pai e Criador de todos os seres do universo,  abençoe nossos lares e corações, transmita através de Vosso amor puro e sublime a paz e harmonia que tanto carecemos para continuarmos na perpetuação do Bem e do auxílio ao próximo.
Senhor que as provações da vida não mais nos aflijam, pois consigamos nos desvencilhar da busca pelos prazeres físicos e nos dediquemos a servi-Lo com fidelidade e amor.
Que a humildade brolhe em nosso ser e possamos auxiliar a todos os irmãos.
Que sejamos servidores fiéis da Vossa seara e atendamos a todos com amor, dedicação e carinho.
Fazei de nós obreiros sinceros na perpetuação da fraternidade e da união, amparando com dedicação e perseverança.
Que possamos nos doar com humildade a cada instante de nossa
existência.
  Antônio Carlos Gonzaga

A Dádiva do Amor Divino 
Autores: Espíritos Diversos
Psicografia: Alessandro Micussi Simões


18 de jan de 2013

Cresçamos para o Bem



CRESÇAMOS PARA O BEM
"Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus,
pois não lhe dá Deus o Espírito por medida"
JESUS (JOÃO, 3:34.).


Observa a munificência das concessões Divinas por toda a parte.
Enquanto o homem raciona a distribuição desse ou daquele recurso, Deus não altera as suas Leis de abundância.
Anota na Terra em torno de ti:
O Sol magnificente nutrindo a vida em todas as direções...
O ar puro e sem medida...
A fonte que se dá sem reservas...
Tudo infinitamente doado a todos.
Tudo liberalmente repartido.
Qual ocorre às concessões do Senhor na ordem material, acontece no Reino do Espírito.
As portas da sabedoria e do Amor jazem constantemente abertas. 
Os tesouros da Ciência e as alegrias da compreensão humana, as glórias da arte e as luzes da sublimação interior são acessíveis a todas as criaturas.
No entanto, do rio de graças da vida, cada alma somente retira a porção de riquezas que possa perceber e utilizar proveitosamente.
Estuda, observa, trabalha e renova-te para o bem.
Amplia a visão que te é própria e auxilia os outros, ajudando a ti mesmo.
Recorda que Deus a ninguém dá seus dons por medida, contudo, cada alma traz consigo a medida que instalou no próprio íntimo para recepção dos dons de Deus.

Palavras de Vida Eterna  – Chico Xavier e Emmanuel


17 de jan de 2013

Vontade


VONTADE

Comparemos a mente humana — espelho vivo da consciência lúcida —a um grande escritório, subdividido em diversas seções de serviço.
Aí possuímos o Departamento do Desejo, em que operam os propósitos e as aspirações, acalentando o estimulo ao trabalho; o Departamento da Inteligência, dilatando os patrimônios da evolução e da cultura; o Departamento da Imaginação, amealhando as riquezas do ideal e da sensibilidade; o Departamento da Memória, arquivando as súmulas da experiência, e outros, ainda, que definem os investimentos da alma.
Acima de todos eles, porém, surge o Gabinete da Vontade.
A Vontade é a gerência esclarecida e vigilante, governando todos os setores da ação mental.
A Divina Providência concedeu-a por auréola luminosa à razão, depois da laboriosa e multimilenária viagem do ser pelas províncias obscuras do instinto.
Para considerar-lhe a importância, basta lembrar que ela é o leme de todos os tipos de força incorporados ao nosso conhecimento.
A eletricidade é energia dinâmica.
O magnetismo é energia estática.
O pensamento é força eletromagnética.
Pensamento, eletricidade e magnetismo conjugam-se em todas as manifestações da Vida Universal, criando gravitação e afinidade, assimilação e desassimilação, nos campos múltiplos da forma que servem à romagem do espírito para as Metas Supremas, traçadas pelo Plano Divino.
A Vontade, contudo, é o impacto determinante.
Nela dispomos do botão poderoso que decide o movimento ou a inércia da máquina.
O cérebro é o dínamo que produz a energia mental, segundo a capacidade de reflexão que lhe é própria; no entanto, na Vontade temos o controle que a dirige nesse ou naquele rumo, estabelecendo causas que comandam os problemas do destino.
Sem ela, o Desejo pode comprar ao engano aflitivos séculos de reparação e sofrimento, a Inteligência pode aprisionar-se na enxovia da criminalidade, a Imaginação pode gerar perigosos monstros na sombra, e a memória, não obstante fiel à sua função de registradora, conforme a destinação que a Natureza lhe assinala, pode cair em deplorável relaxamento.
Só a Vontade é suficientemente forte para sustentar a harmonia do espírito.
Em verdade, ela não consegue impedir a reflexão mental, quando se trate da conexão entre os semelhantes, porque a sintonia constitui lei inderrogável, mas pode impor o jugo da disciplina sobre os elementos que administra, de modo a mantê-los coesos na corrente do bem.

Pensamento e Vida – Chico Xavier e Emmanuel

16 de jan de 2013

Paciência e Vida


PACIÊNCIA E VIDA

Estudo necessário da paciência: observar cada um de nós face a própria conduta nas relações humanas e no reduto doméstico.
* * *
Sabemos compreender habitualmente os assaltos morais de inimigos gratuitos, obrigando-nos a refletir quanto à melhor forma de auxiliá-los para que se renovem construtivamente em seus pontos de vista, e, em muitos casos, esbravejamos contra o desagrado de uma criança que a doença incomoda.
* * *
Aprendemos a suportar com serenidade e entendimento, prejuízos enormes da parte de amigos, nos quais depositávamos confiança e carinho, buscando encontrar modo seguro de ajudá-los para o resgate preciso e, muitas vezes, condenamos asperamente pequenas despesas naturais de entes queridos, credores insofismáveis de nosso reconhecimento e ternura.
* * *
A tolerância para com superiores e subalternos, colegas e associados, familiares e amigos íntimos é realmente o recurso da vida em que se nos erige o metro do burilamento moral. 
Isso porque, conquanto a beneficência se mostre sempre sublime e respeitável, em todas as suas manifestações e atributos, é sempre muito mais fácil colaborar em campanhas públicas em auxílio da Humanidade ou prestigiar pessoas com as quais não estejamos ligados por vínculos de compromisso e obrigação que tolerar com calma e compreensão, os contratempos mínimos e as diminutas humilhações no ambiente individual.
Paciência por isso mesmo, em sua luminosa autenticidade.
Há de ser aprendida, sentida, sofrida, exercitada e consolidada junto daqueles que nos povoam as áreas do dia-a-dia, se quisermos esculpi-la por realização imorredoura no mundo da própria alma.
* * *
Proclamemos e ensinemos quanto nos seja possível os méritos da paciência, no entanto, examinemos as próprias reações da experiência íntima à frente de quantos nos compartilham a luta cotidiana, na condição de sócios da parentela e do trabalho, do ideal e das tarefas de cada dia e, perguntemos com sinceridade a nós próprios se estamos usando de paciência para com eles e para com todos os outros companheiros da Humanidade, assim como estamos incessantemente tolerados e amparados pela paciência de Deus.

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

15 de jan de 2013

Vida Feliz - Lição 28


Sê gentil com as crianças.
Elas necessitam de oportunidade e de amor para lograrem o triunfo.
Esses cidadãos em formação ignoram as lutas que os aguardam. Distende-lhes o gesto de sim patia, transmitindo-lhes confiança na humanidade que representas.
Não as atemorizes, nem as maltrates.
Quem visse aquele menino, em Nazaré, no passado, entre outras crianças, brincando descuidada mente, não poderia imaginar que era o Construtor da Terra, nosso Modelo e Guia.

Vida Feliz / Divaldo Franco e Joanna de Ângelis

14 de jan de 2013

Prece: Anseio da Renovação


PRECE ANSEIO DA RENOVAÇÃO

Pai de amor imaculado e infinda benevolência, que nos revolvamos perfeitos através da conduta sincera com vossos ensinamentos.
Que consigamos acolher aos anseios da alma e purificar nossos sentimentos, que sejamos guiados para a luz do verdadeiro amor e da Fé renovadora.
Que tenhamos a certeza de vossa presença constante em nossa existência e possamos perpetuar o amor e a união.
Que saibamos aproveitar a oportunidade desde novo alvorecer e trabalharmos para que nossa jornada seja mais produtiva.
Que as sementes plantadas hoje no jardim do coração, tornem-se árvores frondosas e abrolhem doces frutos.
Que nossos atos sejam motivados pela verdadeira humildade e pela caridade sincera e assim sirvamos sempre com dedicação e afeto.
Pai, ensina-nos a ouvir e compreender, a não julgar e acima de tudo, auxilia-nos a perdoar.

A Dádiva do Amor Divino 
Autores: Espíritos Diversos
Psicografia: Alessandro Micussi Simões

11 de jan de 2013

Recomecemos


RECOMECEMOS

" Ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho " - Jesus.
(Mateus, 9 : 16.)

Não conserves lembranças amargas.
Viste o sonho desfeito.
Escutaste a resposta de fel.
Suportaste a deserção dos que mais amas.
Fracassaste no empreendimento.
Colheste abandono.
Padeceste desilusão.
Entretanto, recomeçar é benção na Lei de Deus.
A possibilidade da espiga ressurge na sementeira.
A água, feita vapor, regressa da nuvem para a riqueza da fonte.
Torna o calor da primavera, na primavera seguinte.
Inflama-se o horizonte, cada manhã, com o fulgor do Sol, reformando o valor do dia.
Janeiro a Janeiro, renova-se o ano, oferecendo novo ciclo ao trabalho.
É como se tudo estivesse a dizer : 
"Se quiseres, podes recomeçar ".
Disse, porém , o Divino Amigo que ninguém aproveita remendo novo em pano velho.
Desse modo, desfaze-te do imprestável.
Desvencilha-te do inútil.
Esquece os enganos que te assaltaram.
Deita fora as aflições improfícuas.
Recomecemos, pois, qualquer esforço com firmeza, lembrando-nos , todavia, de que tudo volta, menos a oportunidade esquecida, que será sempre uma perda real.

Palavras de Vida Eterna  – Chico Xavier e Emmanuel

10 de jan de 2013

O Espelho da Vida


O ESPELHO DA VIDA

A mente é o espelho da vida em toda parte.
Ergue-se na Terra para Deus, sob a égide do Cristo, à feição do diamante bruto, que, arrancado ao ventre obscuro do solo, avança, com a orientação do lapidário, para a magnificência da luz.
Nos seres primitivos, aparece sob a ganga do instinto, nas almas humanas surge entre as ilusões que salteiam a inteligência, e revela-se nos Espíritos Aperfeiçoados por brilhante precioso a retratar a Glória Divina.
Estudando-a de nossa posição espiritual, confinados que nos achamos entre a animalidade e a angelitude, somos impelidos a interpretá-la como sendo o campo de nossa consciência desperta, na faixa evolutiva em que o conhecimento adquirido nos permite operar.
Definindo-a por espelho da vida, reconhecemos que o coração lhe é a face e que o cérebro é o centro de suas ondulações, gerando a força do pensamento que tudo move, criando e transformando, destruindo e refazendo para acrisolar e sublimar.
Em todos os domínios do Universo vibra, pois, a influência recíproca.
Tudo se desloca e renova sob os princípios de interdependência e repercussão.
O reflexo esboça a emotividade.
A emotividade plasma a idéia.
A idéia determina a atitude e a palavra que comandam as ações.
Em semelhantes manifestações alongam-se os fios geradores das causas de que nascem as circunstâncias, válvulas obliterativas ou alavancas libertadoras da existência.
Ninguém pode ultrapassar de improviso os recursos da própria mente, muito além do círculo de trabalho em que estagia; contudo, assinalamos, todos nós, os reflexos uns dos outros, dentro da nossa relativa capacidade de assimilação.
Ninguém permanece fora do movimento de permuta incessante.
Respiramos no mundo das imagens que projetamos e recebemos. Por elas, estacionamos sob a fascinação dos elementos que provisoriamente nos escravizam e, através delas, incorporamos o influxo renovador dos poderes que nos induzem à purificação e ao progresso.
O reflexo mental mora no alicerce da vida.
Refletem-se as criaturas, reciprocamente, na Criação que reflete os objetivos do Criador.

Pensamento e Vida – Chico Xavier e Emmanuel

Diante da Terra


DIANTE DA TERRA

Teríamos sido, porventura, situados na gleba do mundo para fugir de colaborar no progresso do mundo, quando o mundo nos provê com todas as possibilidades necessárias ao progresso de nós mesmos?
* * *
Muitos companheiros se marginalizam em descanso indébito, junto à seara, alegando que não suportam os chamados problemas intermináveis do mundo; desejariam a estabilidade e a harmonia por fora, a fim de se mostrarem satisfeitos na Terra, quando a harmonia e a estabilidade devem morar por dentro de nós, de modo a que nossos encargos, à frente do próximo, se façam corretamente cumpridos.
* * *
O mundo, em todo tempo, é uma casa em reforma, com a lei da mudança a lhe presidir todos os movimentos, através de metamorfoses e dificuldades educativas.
* * *
O progresso é um caminho que avança. Daí, o imperativo de contarmos com oposições e obstáculos toda vez que nos engajemos na edificação da felicidade geral.
Omissão, no entanto, é parada significando recuo.
Entendamo-nos na posição de obreiros, sob a pressão de crises renovadoras.
* * *
Todos faceamos permanente renovação, a cada passo da vida.
Nem tudo que tínhamos ontem por certo, nos quadros exteriores da experiência, continua como sendo certo nas horas de hoje. Os ideais e objetivos prosseguem os mesmos, a nos definirem aspiração e trabalho; entretanto, modificaram-se instrumentos e condições, estruturas e circunstâncias.
* * *
A Terra, porém, nos pede cooperação no levantamento do bem de todos e a ordem não é deserção e sim adaptação. Em suma, estamos chamados à vivência no mundo, a fim de compreendermos e melhorarmos a vida em nós e em torno de nós, servindo ao mundo, sem deixarmos de ser nós mesmos, e buscando a frente, mas sem perder o passo de nossos contemporâneos, para que não venhamos a correr o risco de seguir para frente demais

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

Vida Feliz



Não desconsideres o valor e o poder da oração.
O corpo necessita de alimento adequado para manter-se. Assim também o Espírito, que é a fonte de vitalização da matéria.
A prece constitui um combustível de alta qualidade para a sua harmonia.
Adquire o hábito dê orar, incorpora-o aos outros mecanismos naturais da tua existência e constatarás os benefícios disso decorrentes.
Não te negues o pão da vida, que é a prece sincera e afervorada.


Vida Feliz / Divaldo Franco e Joanna de Ângelis

Seguidores

Google+ Followers

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia